Confucius MC convida a um “olhar profundo” em novo single

“Look Deeper” é o título do single revelado pelo rapper oriundo do sul de Londres, uma canção que, como é costume, propõe um enriquecido leque de estrofes em bandeja boom bap, com o incansável intuito de convidar à meditação.

2019 foi um ano em que Confucius MC se mostrou bastante activo. Começou por editar The Last Resort em Janeiro, EP com os seus Old Paradice (colectivo em que une esforços com Morriarchi) e cujo single teve direito a remistura de Sawrvy, valendo-lhe um destaque especial nas escolhas semanais da Sounds of the Universe, já em plena primavera. Em Novembro, participou em “Autumn Nights”, single de Jehst, e deu uma perninha, já em Dezembro, no álbum de Micall Parknsun e Giallo Point, The Magnus Opus (The Director’s Cut Edition), com uns versos no tema “Midnight”. A lista de contribuições em 2019 estende-se ainda a Savvy, Jyager e Pitck 92. Pelo caminho ainda teve tempo para se juntar a Kwake Bass e escrever “Same Ol Samo”, um dos temas mais bem conseguidos da compilação Untitled, que junta vários artistas britânicos numa sentida homenagem a Jean-Michel Basquiat que poderão recordar aqui.

Inspirado pelos trabalhos de gigantes como a Tribe Called Quest e sobretudo Wu-Tang Clan, sendo o clássico Enter The Wu-Tang (36 Chambers) uma das suas mais importantes coordenadas, Confucius MC moldou parte da sua identidade no ensinamentos do pensador e filósofo chinês Confúcio, isto depois de se ter apaixonado pelas películas de Bruce Lee e Jackie Chan. Nome relevante na cena hip hop londrina, Confucius MC estreou-se em 2014 com The Highest Order, álbum que lhe concedeu sólidas fundações e garantiu o respeito dos seus pares. 2020 poderá ser novo ano de afirmação.

7