SDD#6: Kamaal Williams

Em tempo de isolamento causado pela ameaça do COVID-19, o Suave Despertar Domingueiro ganha uma redobrada importância. Que os domingos sejam, mais do que nunca, um espelho da calma e serenidade que a restante semana necessita.

O episódio de hoje centra-se no concerto de Kamaal Williams no The Grand Factory, em Beirute, que teve lugar no dia 25 de Abril de 2019. Acompanhado por Tonez na bateria e Hurcs no baixo, dupla com a qual se conectou pela primeira vez num concerto em Portugal, o teclista britânico viaja pelas suas paisagens jazzísticas num vídeo repleto de intervenções narrativas.

Williams começa por explicar o quão difícil é catalogar a música que faz. “A única coisa que sei é que é de Londres. Nem vou destacar um género, porque se o fizer vou acabar por citar mais 10”, explica. “Acabo por dizer coisas como ‘é tipo jazz, funk, soul, hip hop, broken beat, house, disco, breakbeat, drum & bass’. E quando o faço as pessoas olham para mim como se fosse maluco”, afirma.

Ao longo da hora de vídeo, o teclista dá a conhecer o seu processo de criação e ainda viaja até às raízes da sua existência artística. Fala de inspiração, da paixão pelo grafitti, de liberdade. Há “Snitches Brew” e “Broken Theme” nas selecções.

6