Já se esperava que o período de quarentena se tornasse numa espécie de gatilho para a criação. É normal que daqui para a frente as músicas editadas se inspirem – positiva e negativamente, claro – em toda a crise causada pela pandemia, numa perspectiva que pode ir do artista que cria de forma solitária ao músico que procura fazê-lo de modo colectivo, recorrendo à tecnologia para galgar esta gigantesca parede que se ergueu entre nós.

O mais recente tema de Moullinex é um excelente exemplo disso. “Luz”, com a participação vocal de GPU Panic, faz-se acompanhar de um vídeo, gravado no decorrer do presente mês, que capta vários performers a partir de suas casas. “Utilizaram o isolamento em que todos vivemos como uma plataforma para a expressão individual e como mensagem de esperança”, explica o músico nas redes sociais.

Moullinex lux

Filmado a partir de um carro, utilizando a câmara de um iPhone e um par de binóculos, o vídeo vai mostrando imagens de pessoas a dançar, a reflectir, a namorar, a ler, a fumar, a tocar música, a preparar bolos, a declamar, a fazer exercício ou a tomar um simples café com um bebé ao colo – em suma, todo o tipo de actividade que nos ajude a passar o tempo ou a manter corpo e alma sãos. Os espaços utilizados para a performance das 20 pessoas dividem-se entre ruas, varandas e mesmo o telhado de uma casa. “A única prisão em que verdadeiramente vivemos é a da nossa própria mente”, afirma Moullinex.

O vídeo conta com a realização de Bruno Ferreira Bráulio Amado, sendo a edição da responsabilidade de Sérgio Pedro.