Poucos meses depois da sua “colecção” pela Melting Pot Music, Koralle está de volta com “Snakes”

Depois de ter editado no ano passado os EPs Collecting, Vol.1 e Collecting, Vol.2, de onde podem ser retirados os magníficos “Night Train” e “Gettin’ Mine”, Koralle volta à carga com “Snakes”, um novo single com o qual se reafirma como um dos mais interessantes beatmakers da actualidade.

Lorenzo Nada, também conhecido como Koralle, é um músico, beatmaker e produtor oriundo de Bologna, Itália. É também conhecido pelo seu projecto Godblesscomputers, que iniciou há um par de anos enquanto vivia em Berlim. Depois de ter lançado vários registos discográficos e de ter rodado a Europa com uma banda de quatro elementos, o artista italiano lançou-se numa nova direcção com Koralle, um projecto fortemente fundado no hip hop onde incorpora também elementos jazz, com recurso a armários de sintetizadores, rhodes e baixos, matéria fundamental para criar texturas profundas que alcançam a mente, corpo e alma. Em 2019, assinou com a Melting Pot Music, selo que alberga trabalhos de artistas como Jake Milliner, FloFilz, Summer Sons, C. Tappin, Lesky e Cap Kendricks, citando apenas alguns exemplos.

Em Março e Setembro do ano passado, Koralle lançou Collecting, Vol.1 e Collecting, Vol.2, respectivamente, que seriam posteriormente condensados num LP simplesmente intitulado Collecting. “É uma jornada de olhos fechados ao longo das memórias, uma colecção de pequenas histórias do quotidiano, prestando uma homenagem ao meu background hip hop. Cada batida é como um objecto encontrado no fundo do mar, toda a amostra emerge da minha colecção de discos, transformando-se em algo novo, como os corais do oceano”, escreveu o músico nas notas do disco.

14