Os Dengue Dengue Dengue celebram no presente ano uma década de existência. Como forma de assinalar a efeméride, o colectivo decidiu editar uma série de EPs com remisturas, edits e temas inéditos. “Seleccionámos músicas que estavam na nossa bagagem DJ há anos, todas elas testadas para a pista de dança e a soar melhor do que nunca em glorioso vinil”, partilham na sua página de Bandcamp. “Escolhemos músicas das diferentes fases do nosso projecto para cada EP”, ressalvam ainda.

Os dois primeiros números desta série (Vol.1 e Vol.2) viram a luz do dia nos passados dias 1 e 8 de Maio, respectivamente, e contaram com remisturas de Dazed Dog, Tribilin, Rolo e algumas releituras da autoria da dupla, assinadas com DDD. Chegou ontem aos escaparates digitais o terceiro volume desta saga, que contém aquela que é, nestes dez anos, a música favorita do duo, “Lokumba”. “Esta é a música que mais tempo esteve nos nossos sets, ainda gostamos de a tocar”, revelam em comunicado, seguido de um agradecimento à Enchufada pelo lançamento.

“Guardámos o melhor para último”, informam ainda sobre o disco que será também editado em formato vinil ultra e limitado a 350 cópias. “Barrabass”, um dos temas que marca presença no alinhamento, surge como resposta às várias mensagens enviadas pelos fãs a pedirem o nome da música que serve de banda sonora à dança de uma boneca na página de Facebook do projecto.

No ano passado, os Dengue Dengue Dengue editaram Zenit & Nadir, o quarto álbum de originais, pela Enchufada, onde é possível descobrir “The Invisible Ones”, que conta com a participação do angolano Kalaf. Ainda em 2019, o duo peruano entrou em Nosso, álbum de Branko, no tema “Lucuma”.