Centenário do Theremin celebrado em disco de dub conduzido pelo produtor londrino Gaudi

Desenvolvido em 1920 pelo físico russo Léon Theremin, o Theremin é um dispositivo electrónico que trabalha através de campos magnéticos e que consiste numa antena metálica controlada sem contacto físico. Fora utilizado em diversos géneros musicais desde a sua criação, da música clássica às bandas sonoras de ficção científica, do pop ao rock.

Para celebrar o centenário do Theremin, o produtor britânico Gaudi pediu a ajuda a Mad Professor, Adrian Sherwood, The Scientist, Dennis Bovell e Prince Fatty para a construção de um álbum que cruza a experiência de um elenco de luxo nos meandros do dub, responsável por algumas das melhores produções nos últimos 50 anos, com a sonoridade única do instrumento, articulado pelo próprio Gaudi.

Enquanto artista solo, Gaudi gravou mais de 20 álbuns, que se somam a uma bagagem de centenas de produções. Nos seus 30 anos de carreira, trabalhou com lendas do mundo do reggae e da música electrónica, como Steel Pulse, Lee “Scratch” Perry, Michael Rose, Horace Andy, Michael Franti, Zion Train, Maxi Priest, The Beat, Sizzla, Dub Pistols, Hollie Cook, Dub FX, Youth, The Orb, Simple Minds, Nusrat Fateh Ali Khan, Deep Forest, Trentemøller e Lamb.

Como tocador de Theremin há 25 anos, Gaudi combinou frequentemente a sua paixão pelo instrumento com música reggae, aplicando estes dois elementos em muitos dos seus trabalhos mas sem nunca lhes dedicar um álbum inteiro – até agora. 100 Years of Theremin (The Dub Chapter) é uma riquíssima bacia de sedimentação onde se depositam partículas de dub, carregadas de ritmos sincopados, baixos caminhantes, baterias repletas de groove, e, a rematar, uma fina camada de Theremin, em viajantes melodias. Simplesmente magnífico. 

 

14