Dançável, psicadélico, viajante e meditativo. É assim o dub experimental dos Holy Tongue

Os Holy Tongue resultam de uma parceria entre a percussionista Valentina Magaletti, notabilizada pelo seu trabalho com Vanishing Twin, Tomaga, UUUU, Raime, Nicolas Jaar e Jandek, entre muitos outros, e o produtor Al Wootton, mais conhecido por Deadboy.

Resultado de uma sessão de improvisação em East London, Holy Tongue, o EP de título homónimo, é altamente influenciado por dub e reggae, transportando a faceta experimental de artistas como On-U-Sound, Muslimgauze e o pós-punk de bandas como Liquid Liquid e 23 Skidoo para a linha da frente. O produto final oscila entre dub dançável, com graves puxados e uma sonoridade muito característica e recheada de efeitos, e uma vertente psicadélica, viajante e meditativa. Holy Tongue saiu no passado dia 21 de Agosto e tem o selo da Amidah Records, uma ramificação da TRULE Records que se dedica a sonoridades mais experimentais.

247